26/04/2009

Nova Coluna no site TUDORADIO

Olá caros oucintes e internautas plugados! Venho através deste 'post, avisar que já está no ar minha mais recente coluna sobre rádio no site:www.tudoradio.com.
Escrevi um artigo longo sobre rádios evangélicas, achei que estava na hora. Pastores, diáconos e afins que não gostarem ou quiser mais informações, favor tratar aqui!
Ah, também coloquei o que é bom e o que é ruim no rádio...tem 'neguinho' que vai chiar até...mas uma boa carreira também se faz com críticas e as minhas são até construtivas...heheh
Divirta-se!
beijos...

Coluna Abril -Tudo Rádio

Olá a todos os rádio amantes de São Paulo. Depois de longo período de hibernação, estou de volta a nossa coluna pelo TudoRádio.
Confesso que desde a minha última contribuição para o site (em dezembro....quanto tempo) tenho ouvido rádio mais do que nunca. O fato é que pouca coisa mudou no dial paulistano ou pelo menos, as mudanças que ocorreram foram previsíveis e na minha opinião, sem grandes proporções de destaque.

Você nunca ouviu nada igual
No fim do ano passado, fizemos a promoção do livro:Você nunca ouviu nada igual” de autoria de Watson Weber. O leitor que respondesse corretamente a pergunta: Quando aconteceu a 1° transmissão oficial de rádio no Brasil e quem é considerado o pai do rádio brasileiro? Foi no dia 7 de setembro de 1922 aconteceu a primeira transmissão oficial de rádio no Brasil, a primeira transmissão foi parte das comemorações oficiais do centenário da proclamação da Independência. E quem é considerado o pai do rádio brasileiro é Edgard Roquete Pinto, mesmo não sendo exatamente o pioneiro, considerando a Rádio Clube de Pernambuco como a primeira rádio do país, Roquete Pinto teve sua prestigiada importância histórica em prol da comunicação e educação no rádio.
O ganhador foi Josimar de Souza de Várzea Grande - Mato Grosso. Parabéns e obrigado por ter participado! E se você quiser divulgar seu livro (que fale sobre comunicação, claro!) entre em contato conosco.

Intensivo de Rádio
Fevereiro foi um mês curto e intensivo e bota intensivo nisso! Ministrei no Senac da Lapa -SP o curso de Treinamento Intensivo em Rádio, onde candidatos a futuros locutores puderam treinar e decidir de vez se querem seguir carreira ou não na profissão. Durante 2 semanas em um grupo de 15 alunos, sorteamos o livro: ”Você nunca ouviu nada igual” so fim do intensivo onde o aluno Gabriel Tranquilli foi o felizardo.Mais uma vez, agradeço aos meus lindos alunos pela escolha e estamos preparando um workshop especial de locutores para breve. Aguarde novidades!

Brasil 2000

Criada em 12 de dezembro de 1985 sob o nome de Rádio Brasil 2000 FM, essa famigerada emissora desde 2006 está sem destino certo. Os 107,3 que já foi referência em programação alternativa em se tratando de rock & CIA, hoje é uma incógnita.Outro dia, tentei entrar no site para ver se ainda há algum resquício daquele período áureo, masss....’necas’...sem previsão de nova programação e muito menos sobre sua atual programação. Em 21 de janeiro deste ano, com o início do Campeonato Paulista, passou a ser afiliada da Rede Eldorado para as transmissões de futebol da Rádio Eldorado - ESPN, porém a pergunta que fica: isso é definitivo? Os fãs de rock estão órfãos mesmo. Ainda resta a Kiss FM para dar uma aliviada.

O que o paulistano ouve?
Segue lista com as músicas mais pedidas nas rádios de SP e também as músicas mais baixadas na internet, confira: Período de 06/04 a 10/04/2009

Músicas mais tocadas nas FM´s SP:

01-VICTOR & LEO -NADA NORMAL
3-ORNELLA DI SANTIS Part.BELO-AGEND
4-CHIMARRUTS -VERSOS SIMPLES - AO VIVO
5-JASON MRAZ-I'M YOURS
5-THE PUSSYCAT DOLLS- I HATE THIS PAR
6-BRUNO & MARRONE -NÃO TENTE ME IMPEDIR - AO VIVO
7-RIHANNA-REHAB
8-BEYONCÉ - IF I WERE A BO
9-EDSON & HUDSON- PRA NÃO CHORAR
10-VICTOR & LEO -BORBOLETAS
12 -BEYONCÉ- SINGLE LADIES (PUT A RING ON IT)
13-EXALTASAMBA-ABANDONADO - AO VIVO
14-BRITNEY SPEARS-CIRCUS
15-NATIRUTS-GROOVE BOM
16-NE-YO-MAD
17-D'BLACK Part.NEGRA LI-1 MINUTO
18-GRUPO DOCE ENCONTRO-ESPERANDO AVIÕES
19-THE BLACK EYED PEAS-BOOM BOOM POW
20-NE-YO-GROOVE BOM
21-ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO-NÃO QUERO TE PERDER


Músicas mais baixadas pela internet:
1-Victor & LeBorboletas
2-Coldplay-Viva La Vida
3-Bruno & Marrone-Não Tente me Impedir
4-Beyoncé-If I Were A Boy
5-Jason Mraz-I'm yours (Album Version)
6-Edson & Hudson-Porta-retrato
7-Fernanda Brum-Espírito Santo
8-Padre Fábio de Melo-Ninguem te ama como eu (nadie te ama como yo)
9-Lisa Stansfield-If I Hadn't Got you
10-Vanessa da Mata (c/ Ben Harper)-Boa Sorte (Good Luck)


Eu recomendo em alto volume, turn on!
O programa Nonstop Music pela rádio USP FM .Programa apresentado e dirigido por Celso Filho e mixado pelo DJ Martin Lourenço. O programa sempre traz durante uma hora, os grandes sucessos de um determinado período ou um ritmo musical. Ouvi esses dias um especial de flash house e um de anos 80 nacional que foi show! Mesmo Celso Filho sendo o produtor do programa, acho a locução um pouco devagar demais, o resto é ótimo!
NonStop Music: Diariamente de segunda a sexta-feira ás 8 da noite.na USP FM 93,7

Não recomendo: turn off!
Tem gente que adora ser esculachado por rádio . Como ouvinte, acho de péssimo gosto e o Chupim da Metropolitana FM (98,5) sabe bem como fazer isso começando pelo personagem ‘Beby’ de voz extremamente irritante. Um horror! Gostava do ‘Boi na linha’, transmitido pela Pan, escrito pela super produtora Rosana Hermann. Pelo menos era um humor mais elaborado.

ARTIGO: O país mais católico do mundo está ficando evangélico?
Escrever, para alguns é uma tarefa digamos bem simples. Para um jornalista parece mais fácil ainda, mas não é o caso de nossa crônica de hoje. Resolvi escrever sobre este assunto, pois é algo que tem me incomodado sobre o rumo dessa história. Em minha Pós-Graduação, uma das disciplinas que tenho trata justamente do uso dos meios de comunicação pelas igrejas neo-pentecostais. Como estou pensando seriamente neste tema como monografia da minha Pós, resolvi testar o assunto aqui.
Esse fenômeno religioso recente trouxe à tona algumas questões que tratam diretamente do nosso menininho dos olhos: o rádio.
Em alguns livros e pesquisas que venho fazendo, o rádio é de longe o preferido das igrejas para a evangelização. Por evangelização entenda: falar sobre Jesus Cristo e seus milagres. Em São Paulo existem mais de 40 rádios. Oficialmente são 39. Destas, 17 receberam outorga dirigida ao município de São Paulo. As outras 22 funcionam a partir de licenças emitidas para municípios vizinhos, alguns nem tão próximos da capital. Tirando que alguns grupos de comunicação dominam este departamento, o que resta são as emissoras que estão na mão de famílias ou de grupos isolados. Com 30 anos de estrada, a igreja Universal - além das 23 emissoras de TV e 40 de rádio (Rede Aleluia) - um levantamento da Folha de SP identificou 19 empresas registradas em nome de 32 membros da igreja, na maioria bispos. A 5ª maior igreja no Brasil em membros, a Pentecostal ‘Deus é Amor’, transmite o programa "A Voz da Libertação" há mais de 45 anos, para centenas de emissoras de rádios pelo Brasil e pelo mundo, sendo que em muitas delas a igreja tem 24 horas de programação por dia. A cadeia de emissoras que transmite o programa ‘A Voz da Libertação’ é uma das maiores do mundo no segmento evangélico, cobrido todo o Brasil e América Latina e partes da Europa, Estados Unidos, África e Ásia.
Nossa Rádio, emissora da Igreja Internacional da Graça de Deus, do Missionário R.R. Soares, tem na lista mais de 10 emissoras pelo país. Esses dados mostram como rádio é o 1° passo para um Ministério bem-sucedido e dá espaço para igrejas irem além: sem novas outorgas pelo Ministério das Comunicações, elas resolvem de um jeito mais fácil: criando rádios piratas. Quem deveria dar exemplo, quer entrar pela porta dos fundos. Notícia do jornal ‘O GLOBO’ de 16/04/2009: polícia fechou na Penha, zona leste de São Paulo, a Rádio Gálatas (FM 105.3), cujas transmissões alcançavam até o ABC Paulista, 14 quilômetros à frente. Jefferson Lima dos Santos, de 36 anos, foi preso no local. Ele tem outras duas passagens pela polícia pelo mesmo motivo. Jefferson disse que foi contratado pelo pastor da Igreja Misericórdia Graça e Luz, seis meses atrás, para manter a rádio no ar. Os dois responderão por desenvolver clandestinamente atividade de telecomunicações e, se condenados, podem cumprir pena de 2 a 4 anos de prisão.... De janeiro a 8 de abril deste ano, foram fechadas 225 rádios piratas no Brasil. Mais uma vez, São Paulo ficou na frente, com 33. No Rio, 23 rádios clandestinas deixaram de funcionar, de acordo com a Anatel. No mês passado, uma rádio ligada a uma igreja católica também foi fechada em São Caetano do Sul, no ABC paulista. - O problema é que fechamos uma rádio e outras cinco são abertas. É como enxugar gelo. Deveria haver uma punição mais severa para casos como esses. Não prisão. Não tem sentido colocar uma pessoa que manuseia uma rádio clandestina junto com um criminoso na cadeia. Mas a multa deveria ser altíssima para desestimular novas instalações piratas - disse o delegado.
Lamentável, né meu povo? E onde quero chegar com tudo isso? Nos últimos 2 meses, resolvi ouvir com mais ‘carinho’ algumas emissoras que tem como público, o fiel cristão. Confesso que algumas tem uma programação relativamente interessante, outras tem produção como de emissoras de mais renome, mas onde o bicho pega mesmo são com emissoras que arrendam horários. Como cada Igreja ou cliente é responsável pela produção de seus programas, o amadorismo é gritante. Vinhetas com pastores berrando e um eco horrível de fundo, chamadas apelativas com voz de trovão ‘profetizando’ o seu milagre e outras esquisitices gospel. Igrejas, por favor: contratem pessoas profissionais para isso. É o tipo de coisa que não fica restrito as emissoras evangélicas, isso vale também para as católicas. Segundo dados recentes do IBGE, no caso do perfil religioso, os evangélicos no País passaram de 2,6% para 15,4% nesse período, enquanto a proporção de católicos caiu de 95% para 73,62%, nos últimos 60 anos. Isto demonstra que esse marketing que as igrejas evangélicas tem como estratégia, funciona muito bem e daí surgiu o tal movimento dos católicos carismáticos que tem como principal representante Padre Marcelo, afinal, não dá para ficar para trás.
O rádio é o meio mais utilizado pelas igrejas porque tem um alcance muito maior de pessoas, onde se pode usar uma linguagem fácil e com um custo de produção infinitamente menor que programas na TV com suas parafernálias, tanto que igrejas que chegam à televisão, já fizeram um trabalho anterior em rádio e tem toda uma assessoria de imagem, de como falar ao telespectador e principalmente de fazer carinha de ‘amigo legal’ para aumentar seu número de fiéis.
É inegável que o crescimento dos evangélicos é importante do ponto de vista teológico, pois Jesus afirmou: ‘ide e pregai o evangelho à toda a criatura’. Mas levar a palavra de Deus deixou de ser o principal em alguns casos; está sendo um novo espaço de show de pastores, cada um divulgando o nome de sua igreja. Afinal, o importante é a palavra de Deus ou a placa da sua igreja?
Não sou contra programação evangélica no rádio, prova disso, são emissoras como Vida FM e Nossa Rádio FM que possuem locutores jovens e principalmente profissionais, e tem a programação dominantemente musical, com repertório gospel atual, vinhetas e produção idem. Rede Aleluia, por exemplo, é a ‘Antena1’ do meio gospel, pois tem uma programação e locuções mais light do que as outras.
É possível ter uma programação cristã de qualidade? Sim, para isso é necessário conhecer sobre rádio.
Conclusão: é inevitável o crescimento vertiginoso dos evangélicos e a mídia, o caso o rádio como meio de chegar aos seus novos fiéis, e nada melhor do que para isso preparar pastores, presbíteros, diáconos, evangelistas e outros obreiros do Senhor a levar a palavra de Deus com respeito, qualidade e principalmente sem ferir a liberdade religiosa porque somos um país laico, pelo menos na constituição. Amém!
Resolvi preparar um breve resuminho para que bons programas de rádio religiosos possam ser feitos. Segue:
Dicas para Igrejas no rádio:
-Assim como padres e pastores tem preparo teológico (pelo menos deveriam ter) para o ministério e para fazer uma pregação, é importante também fazer cursos preparatórios para falar no rádio. O Espírito Santo não age se não houver conhecimento então por isso, estude e prepare-se para falar no rádio.

-Gritar no microfone expulsando demônios funciona muito bem na igreja, mas no rádio isso soa totalmente estranho para não dizer horrível. Berrar no rádio é algo totalmente estressante para quem ouve. Pode expulsar demônios, mas a palavra de Deus também diz: “Fazei tudo com zelo e sem escandalizar ninguém”. Preparar a voz é fundamental;

-Falar demais no rádio funciona mais nas emissoras AM. Em FM, é necessário intercalar a palavra com músicas, por exemplo.

-Fazer longas pregações no rádio cansa quem ouve. Prepare sua palavra no sentido de ter no máximo uma pregação de 15 a 20 minutos e está de bom tamanho.

-Não atenda ouvinte por apelido típicos do meio como: ’amada’, amiga, colega, irmã etc. Pergunte o nome e chame por tal, afinal é para isso que servem os nomes, ou por irmã Fernanda, por exemplo, que fica muito melhor.

-Atenda ouvinte com antecedência para não ter surpresas. Contrate uma produtora para isso. Que não seja irmã(o) da igreja. De preferência com experiência em rádio, se for cristão e experiente com rádio, melhor.

-Normalmente o ouvinte quando liga ele está buscando conforto espiritual, então dê a ele este conforto, faça uma oração, mas seja breve sem ser mal-educado, afinal nem tudo é o diabo na vida da pessoa. Atenda pessoalmente casos mais complicados.

-Nada de preconceitos com outras religiões ou seitas no ar, assim como tem gente que não gosta de candomblé, tem gente que não gosta de crente. Respeito é bom e Deus gosta!

-Ter o dom da palavra é importante, mas ter conteúdo no que se fala é mais importante ainda. Cuidado com o que diz. Tem muita gente que ouve rádio e entende muito de Bíblia assim como você.

-O que mais ouço em rádio, são pastores falando o português de forma incorreta: ‘comem letras’, péssima concordância verbal e leitura ruim da Bíblia. Isso nem o Espírito Santo resolve sozinho. Ter humildade e estudar é um bom começo.

-No mais, fale com o coração. ‘Teatro’ no rádio pode funcionar por um tempo, mas não para sempre. Se você tem um chamado de Deus então seja verdadeiro naquilo que prega. Adore em Espírito e Verdade. Sempre.

Bom gente, esta foi mais uma coluna falando um pouquinho de rádio e das nossas desventuras pelos dials de São Paulo.
Sugestões de temas, entrevistas e outros mande seu email para mim: locucao@uol.com.br
Beijo e até a próxima!

3 comentários:

Watson disse...

Fantástico seu artigo sobre o uso da religiosidade pelo rádio. Já postei em meu blog.

Vinhetaria & Cia disse...

Parabéns Fernanda!

Disse tudo e mais um pouco sobre a necessidade urgente de profissionalização artística e de gestão em casos de rádios religiosas como um todo, principalmente evangélicas.

Orlando Junior disse...

Oi, Fernanda!
Eu sempre acompanho o tudoradio.com, e gostei muito do seu artigo. Em 7 anos só de rádio e muita paixão por ele, toco nessa realidade de ver essas coisas acontecendo. Mas penso também que os "irmãos qualificados" no rádio, que são profissionais formados, fizeram curso e tiraram direitinho o seu DRT, deveriam fazer módulos e workshops para ajudar as pessoas que são de igreja e que não sabem nada de rádio, pelo menos pra ter uma noção. Tirar o DRT já é o esforço de quem quer realmente ser locutor. Um abraço.